Da anchova ao salário mínimo Uma etnografia sobre injunções dDa anchova ao salário mínimo: uma etnografia sobre injunções de mudança social em Arraial do Cabo
Série Antropologia e Ciência Política, v. 28
Autora: Simone Moutinho Prado
Páginas: 145
Peso: 0,200 kg
ISBN: 85-228-0333-1
Eduff
Ano de publicação: 2002
Edição: 1ª
Idioma: Português
Indisponível


Da anchova ao salário mínimo: uma etnografia sobre injunções de mudança social em Arraial do Cabo

 

Esta obra trata dos primórdios da geração da ideia da Companhia Nacional de Álcalis (CNA) de Arraial do Cabo, município do estado do Rio de Janeiro, e os impactos sobre a população local.

A narrativa que, pelo viés antropológico, mostra a presença da CNA como um fator importante de transformações, mostra ainda mais detalhadamente as relações para o estabelecimento da Reserva Extrativista Marinha de Arraial do Cabo (Remac) que engendram novas formas de organização social do grupo. Nessas estão envolvidas, de um ladao, instituições como a Associação dos Pescadores Tradicionais da Remac (Aremac) e, de outro, o Conselho Nacional para o Desenvolvimento Sustentável de Populações Tradicionais), um suborganismo do Ibama.

Apresentando acuidade no trabalho com os dados etnográficos de campo, a autora produz um texto de elevado interesse histórico.

 


 






Eduff - Editora da Universidade Federal Fluminense
Rua Miguel de Frias, 9, anexo, sobreloja, Icaraí, Niterói, RJ - 24220-900
Telefone: (21) 2629-5585 (secretaria)
E-mails:
livrariavirtual@eduff.uff.br (compras no site)
faleconosco.eduff@id.uff.br