Seringueiros da Amazônia
Seringueiros da Amazônia: dramas sociais e o olhar antropológico
Série Antropologia e Ciência Política, v. 20
Autora: Eliane Cantarino O'Dwyer
Páginas: 231
Peso: 0,315 kg
ISBN: 85-228-0271-8
Eduff
Ano de publicação: 1998
Edição: 1ª
Idioma: Português
Indisponível

Seringueiros da Amazônia: dramas sociais e o olhar antropológico

 

Este livro apresenta a ocorrência de incidentes minuciosamente relatados entre seringueiros e seus patrôes seringalistas em uma área compreendida entre os rios Tejo e Breu, na região do alto Juruá, Acre.

A investigação nele contida se dá no contexto de um parecer antropológico, em que a prática etnográfica oferece caminhos, ao permitir a construção de fatos muitas vezes do desconhecimento dos próprios contemporâneos, os tipos de relações sociais em que os incidentes e as denúncias de trabalho escravo por meio de testemunhos tornam-se objeto de ação civil pública impetrada pelo Ministério Público Federal, que resulta na decretação, em 1989, de uma das primeiras reservas extrativistas no Brasil.

 

 

 


 






Eduff - Editora da Universidade Federal Fluminense
Rua Miguel de Frias, 9, anexo, sobreloja, Icaraí, Niterói, RJ - 24220-900
Telefone: (21) 2629-5585 (secretaria)
E-mails:
livrariavirtual@eduff.uff.br (compras no site)
faleconosco.eduff@id.uff.br